Um review da VIII Conferência Latino-americana de Software Livre

Ocorreu entre os dias 19 a 21 de outubro em Foz do Iguaçu, no Parque Tecnológico Itaipu (PTI) a oitava edição da Conferência Latino-americana de Software Livre. Esta edição contou com 4231 participantes, vindos de praticamente todos os estados brasileiros, além de uma forte participação de países latino-americanos, além do México. Da SETREM, estiveram presentes estudantes, professores e coordenação de Sistemas de Informação e Tecnólogo em Redes de Computadores.


Segundo o site oficial da Latinoware “Teve, também, novamente, caravanas do Acre e participantes e palestrantes de 11 países, entre eles a Dinamarca, França, Alemanha, Estados Unidos, Canadá, México, Paraguai, Argentina. Mas, o grande diferencial da Latinoware 2011 foi a qualidade da grade de palestrantes, destacou Marcos Siríaco, um dos coordenadores da Latinoware.”


Ocorriam simultaneamente nas 18 salas e 4 laboratórios palestras e minicursos dos mais diversos assuntos ligados ao Software Livre, desde desenvolvimento, ecossistema, gráficos e multimídia, kernel, robótica livre entre várias outras trilhas. Este ano a linguagem de programação PHP foi bastante destacada, abriu o evento Rasmus Lerdorf (criador da linguagem), além disso na sala Bolívia houveram apenas palestras sobre PHP nos três dias de evento, dois turnos, uma hora cada palestra.
Rasmus Lerdorf, na abertura da Latinoware. Foto: www.latinoware.org


No auditório principal (sala Brasil), houve um evento paralelo, ocorreu durante os três dias o DrupalCamp, Drupal é o gerenciador de conteúdo mais usado no mundo, usado inclusive pelo site americano da Casa Branca. Como o Drupal é escrito em PHP, assim mesmo quem não o usa pode aproveitar as palestras sobre performance, segurança, usabilidade, mobile, e internacionalização.


Um dos outros tópicos que foi de grande destaque foi a Robótica Livre, aqui no Brasil de certa forma conduzida pelos Colégios Maristas usando máquinas caça-níqueis apreendidas e usando-as na inclusão digital, projeto esse desenvolvido em plataformas Livres. Por outro lado, recentemente conseguiu-se fazer uma impressora 3D livre, o que pela primeira vez possibilita compartilhar especificações técnicas de robots livremente, e reproduzi-los fielmente, possibilitando compartilhar robots (físicos) como se faz com software (digital).


Além de discussões técnicas, houve no evento acordos políticos, como a criação de um grupo de trabalho em Software Livre dentro do Parque Tecnológico Itaipu. É uma oportunidade de falar pessoalmente com os criadores das tecnologias que usamos, como por exemplo desenvolvedores do Kernel, da Mozilla e do LibreOffice, que em suas palestras receberam sugestões diretamente.
Jon Anderson Hall, no encerramento da Latinoware. Foto: www.latinoware.org


Jon “Maddog” Hall, diretor executivo da Linux Internatinonal, fechou o evento falando das perspectivas do Linux e do Software Livre para o futuro. Em sua fala ficou marcado além do desenvolvimento técnico que esse modelo possibilita, o quão humano é esse modelo.


“If you want to see the most important person in Free Software, look in the mirror!” (Jon Anderson Hall, 2011), tradução livre: "se você quer ver a pessoa mais importante no Software Livre, olhe no espelho".
2011-10-24 15:06:00
Este é o antigo Live Helton

Então, português é minha língua mãe, eu não tenho tanto a aprender quanto nos demais idiomas, assim este blog não discute aprendizado do idioma, e sim tópicos randômicos de interesse do dia a dia. Tecnologia, desenvolvimento, um pouco de reflexão crítica, enfim, uma bagunça bem como nossa mente é.
RSS Feed
"A vida é curta demais para ser pequena / The live is so short to be small / Das leben zu kurz sind für kleine sein". (Benjamin Disraeli)