Atuação global em TI, o concorrente está em qualquer lugar

Nichos de mercado são sempre um assunto interessante de discussão. Você oferece um serviço, e a 500 metros há alguém que também oferece. Ambos competem pelo mesmo cliente, e o cliente escolherá aquele que apresentar um diferencial competitivo. Este é o funcionamento clássico.

Na área de informação, tem-se um nicho maior entretanto. Nesta área, geralmente não se vendem tanto produtos, e sim serviços, vende-se arquivos digitais, vende-se bits. Para transferir um arquivo do meu computador para o computador que está a 5 metros, a dificuldade é a mesma que para transferir este mesmo arquivo para um servidor que está em outro continente.

O concorrente que estava a 500 metros está agora em todo lugar do globo. A facilidade de comunicação diminui barreiras e coloca a todos os prestadores de serviços de igual para igual.

A primeira vez que algo desse tipo ocorreu conosco (SourceDreams) foi quando fizemos um trabalho para um cliente na Bahia (nós estamos no interior do Rio Grande do Sul). Naquela ocasião, não pensamos no assunto, apenas o fizemos da melhor forma possível. Depois disso, houve dois trabalhos em que o cliente era de Moçambique (África).

De que maneira nós, e não qualquer outro chegou a estes projetos? Justamente pela facilidade de comunicação, e a igualdade de oportunidades que a rede mundial possibilita a todos que a acessam. Isso assunta, será que a empresa da outra esquina vai fazer o site deles com quem? Com um sul-coreano? É perfeitamente possível.

Como chamar a atenção, se agora sou um, dentre todos de todo o mundo? Uma logomarca bonita? Um site em tableless? Abusando de novas tecnologias como AJAX? Vendendo os serviços por qualquer trocado? Mostrando interesse pelo sucesso alheio?

Algumas desas possibilidades são aplicáveis, mas preferimos destacar duas: Interesse pelo sucesso alheio, e conhecimento.

Uma vez quando meu computador pegou vírus, eu achei o executável e fui em propriedades, lá nos comentários dizia "knowledge is power!", isso foi uma lição que não esqueço. O único diferencial competitivo que não há como ser copiado é o que é produzido pelas pessoas, conhecimento é o único bem que não lhe pode ser tomado.

2008-05-13 16:19:00
Este é o antigo Live Helton

Então, português é minha língua mãe, eu não tenho tanto a aprender quanto nos demais idiomas, assim este blog não discute aprendizado do idioma, e sim tópicos randômicos de interesse do dia a dia. Tecnologia, desenvolvimento, um pouco de reflexão crítica, enfim, uma bagunça bem como nossa mente é.
RSS Feed
"A vida é curta demais para ser pequena / The live is so short to be small / Das leben zu kurz sind für kleine sein". (Benjamin Disraeli)