Chaves

Dia 26/01, cedinho, eu curtindo meu sexto dia de férias, bem tranquilo na casa da minha avó, isolado pelo fato de não estar conectado, a chefe me ligou dizendo que tinha reunião na SAN naquela tarde, as 15 horas, e eu precisaria estar junto.  E eu em Alegria, sem horário de ônibus adequado para a situação.

Foi que em 40 min estaria um motorista da SETREM me esperando no CTG aqui de Alegria, tomei um banho rápido, peguei o básico do básico e me cambiei!  Cheguei na SETREM lá pelas 11:30, fizemos uma reunião rápida os jovens aprendizes, eu e a Maidi, a chefe. Fui para o apartamento (em Três de Maio), preparei um miojão, pronto. Almocei, Sairíamos as 13:00. Mas uma coisa me incomodava.

Quando saímos de Três de Maio rumo as férias, dia 22/01, fechamos a chave da porta do quarto. E a chave estava nesse momento em Alegria, com meu irmão, portanto estava sem acesso ao quarto, minha cama, TV, roupa limpa para poder tomar um banho... e eu sabia que na volta a tarde, não daria tempo de pegar o ônibus de volta para Alegria (18:00 horas).

Fomos, as 5 reuniões da tarde foram até melhores do que o esperado, saímos de lá 17:30, chegamos quase 19:00 em Três de Maio, uma chuva de lascar, precisava ir no mercado comprar comida, mas decidi descer do carro em casa. 10 min depois a chuva parou. Indo para o mercado, arrumei um cachorro quente para durante o jogo do Grêmio a noite (sou Colorado).

Mas ok, eu poderia pegar uma toalha que estava na lavanderia, estender no chão (piso) e me acomodar pela sala mesmo (não temos sofá). Aí bateu a brilhante idea, testar se as outras chaves da casa abriam o meu quarto (chaveado e a chave a 30 km de mim). Pimba!! A do banheiro abre meu quarto! Enfim tranquilidade. Agora já tinha janta, e uma cama para dormir tranquilo e TV para assistir no outro dia de manhã até a hora do ônibus.

Por fim, tudo deu certo. Moral da história: Estou procurando algum sentido nisso, mas de qualquer forma poder dormir numa cama, é uma tranquilidade.
2011-01-31 16:03:00
Este é o antigo Live Helton

Então, português é minha língua mãe, eu não tenho tanto a aprender quanto nos demais idiomas, assim este blog não discute aprendizado do idioma, e sim tópicos randômicos de interesse do dia a dia. Tecnologia, desenvolvimento, um pouco de reflexão crítica, enfim, uma bagunça bem como nossa mente é.
RSS Feed
"A vida é curta demais para ser pequena / The live is so short to be small / Das leben zu kurz sind für kleine sein". (Benjamin Disraeli)